A Experiência de usuário é o fator chave de um site de sucesso dentro do Google, mas infelizmente ela é deixada de lado.

Quando se fala em posicionamento no Google temos um verdadeiro desafio, uma vez que estamos lidando não com apenas alguns pontos, mas com um verdadeiro turbilhão de dados e otimizações,que irão definir qual lugar o seu site ficará nos buscadores, e para ajudar,também ficamos dependentes do trabalho de nossos concorrentes.

Otimização de velocidade do site,criação de conteúdo e trabalho com palavras chaves hoje se quer pode ser considerado otimizações, uma vez que são obrigatórios para quem quer trabalhar com SEO. Fazer tais pontos,não farão o seu site ficar em primeiro lugar no Google, mas simplesmente, colocará você em pé de igualdade com os seus concorrentes, para iniciar o trabalho de ranqueamento.

Quais são de fato esses pontos que podem garantir a tão sonhada primeira página ou melhor, o lugar número 1 no momento de todas pesquisas dos usuários? Como já dito, são dezenas (talvez centenas), mas tudo se resumo em um só ponto: Experiência de usuário.

O Google quer que as pessoas que usam de seus serviços de busca se satisfação o mais rápido o possível ou seja: Se uma pessoa procura por um produto, o Google quer fazer o canal entre o navega ate uma loja, de maneira mais curta, sem a necessidade do próprio usuário ficar clicando em vários sites, até encontrar exatamente o que buscava.

É claro que no caso de um produto,vários pontos estão em jogo, como preço, prazos, marcas, avaliações e muito mais, porém você já reparou que isso não importa de verdade. Se você procura por um produto exato, ele vai estar disponível em vários sites, então toda essa carga comercial pode ser colocada de lado.

Foto: pixabay.com

O que é a experiência de usuário?

experiência de usuário entra nesse momento, onde temos diversos sites, vendendo o mesmo produto, serviço e trabalhando o ”feijão com arroz” das técnicas de SEO

90% dos donos de sites (pelo menos dos amadores) focam tanto na estratégia, mas esquecem o mais importante: Como o usuário do site, vai se comportar nosite, após clicar em um link no Google.

O primeiro ponto relacionado já foi citado até, que é a VELOCIDADE.Ótimo, o usuário clicou em seu site, mas ficou naquela linda tela branca de carregamento e demorou muitos segundos até o seu site ficar por inteiro disponível.

Aqui, você já detonou a experiência de usuário dentro do seusite antes mesmo dele ver as páginas, pois no mundo em que vivemos tudo é velocidade. O usuário tende a esperar até 3 segundos para uma página carregar.

Caso o tempo de carregamento passe do tempo indicado, a cada segundo que se passa, cerca de 20% dos usuários cancelamo carregamento, voltam a página anterior e clicam em outro link. Imagine só um site com carregamento de 10 segundos. Ao fim do seu ” load” total, quase ninguém esperou para ver o conteúdo.

A experiência de usuário vai muito além do carregamento. Temos agora,que pensar no ambiente que estamos mostrando para quem navega no site.

A INFORMAÇÃO ESTÁ ORGANIZADA? Outro erro comum está no fator que muitos donos de sites,constroem suas páginas para si mesmos, mas esquecem que seu público alvo não é especialista e tudo que ele vê na página é novidade.

Sites desorganizados, que muitas vezes não mostram para o que veio e em casos dão informações sem importância são muito rotineiros na internet. 

Mas também temos aqueles sites que necessitam de vários cliques para que o usuário chegue ao seu objetivo final, seja ler um artigo ou comprar um produto. A regra aqui é simples, quando menos cliques o usuário precisar dar, para chegar em seu objetivo, melhor.

Faça seu site para quem navega nele

Se coloque no lugar do seu cliente da internet e pense, essa é a experiência de usuário que quero ter? Mas leve em consideração, que ele é leigo e não conhece nada da estrutura do seu site. Seguindo, ainda temos toda a gama de pontos de NAVEGAÇÃO VIA CELULAR.

70% dos acessos vem de smartphones e sites com botões pequenos, textos cortados ou impossíveis de ler,desorganizados e quebrados não são poucos. Aqui vem outro grupo de pessoas, que se preocupam tanto com seu site, mas não tem o conhecimento básico de testar o seu site no smartphone após qualquer novidade ou atualização dentro dele.

Somente com os exemplos citados, podemos ver que a experiência de usuário muitas vezes é deixada de lado. Além dela ser fator chave para aumentar suas conversões, elas são ponto importante na hora do Google decidir em deixar um site em primeiro, em detrimento a outros.

Lembre-se que o Google sabe seu sexo, idade, onde você mora, sua escolaridade, quanto você ganha e muitos outros pontos. Ele está analisando a experiência de usuário de cada pessoa que clica em um link do buscador e ele usará o seguinte raciocínio: Se a pessoa X tem uma experiência ruim, a pessoa Y, que tem o mesmo perfil que ela também terá, então vou deixar de ranquear esse site, pois meu foco é ter resultados que proporcionem uma boa navegação.

Mas por que o Google faz isso? Simples, para as pessoas continuarem usando os seus serviços. Caso ele apresente resultados ruins,muitas pessoas poderão migrar para outras plataformas e esse resultado que o Google oferece hoje, poderá ser prejudicial. Então agora que você sabe a importância desse na boa navegação, corra para seu site e teste agora mesmo a experiência de usuário